Os dias frios são perfeitos para uma boa taça de vinho. Basta a temperatura cair um pouco para que a busca pelas garrafas aumente consideravelmente nos supermercados.

Além da vantagem do consumo em temperatura ambiente, o vinho ajuda a aquecer o corpo no frio e ainda combina muito bem com os pratos que costumam ser servidos nessa estação.

Quais são os melhores vinhos para os dias de temperaturas baixas?

Os vinhos mais encorpados e com teor alcoólico maior são os mais consumidos em dias de frio. O tipo Cabernet Sauvignon, por exemplo, pode transformar um momento que tinha tudo para ser simples em uma experiência gastronômica completa.

Com um sabor frutado e bem marcante, esse vinho pode ser facilmente escolhido para um jantar com massas.

Uma das bebidas mais procuradas em países de temperaturas mais baixas, os vinhos da uva Malbec são uma boa opção, quando se trata de uma noite de queijos e vinhos ou até mesmo aquele churrasco em família.

Principalmente por serem mais ácidos, os vinhos da uva Tannat combinam muito bem com comidas mais gordurosas, o que os torna uma excelente possibilidade durante o inverno.

Já o Vinho do Porto pode ser servido durante a sobremesa ou até depois das refeições, nos dias mais frios. Um dos diferenciais desse tipo é a concentração alcoólica, considerada mais alta que a dos demais. Essa característica é uma grande vantagem, na hora de aquecer o corpo em períodos de temperaturas baixas.

Vinhos brancos também funcionam no frio?

Não são apenas os vinhos tintos que combinam com o inverno. Alguns brancos também podem ser consumidos durante a estação mais fria.

Por apresentarem boa acidez, passarem por madeira e serem complexos, os vinhos brancos devem ser levados em conta, mesmo quando a temperatura cai.

As bebidas brancas que passam, durante o processo de produção, por barricas de carvalho francês estão entre as mais consumidas em dias mais frios.

Os vinhos feitos com a uva Chardonnay estão entre as melhores opções brancas para as baixas temperaturas. Eles são encorpados e ricos quando se trata do paladar e dos aromas.

Produzido em Portugal, o Vinho Verde também pode funcionar no inverno. As bebidas feitas da uva Loureiro são mais frutadas, com uma maior acidez e marcadas pelo frescor. Já o tipo de uva Alvarinho gera vinhos mais elegantes e encorpados.

Rosés também são uma opção

Os vinhos rosés não devem ser deixados de lado no inverno. Por serem mais leves e delicados, eles são excelentes para servir junto com as comidas mais temperadas e picantes do inverno.

Pratos típicos da culinária oriental e indiana ou até mesmo um bom strogonoff de frango são algumas opções que combinam com vinho rosé.

Nos dias mais frios, um bom vinho costuma ter um papel ainda mais importante, transformando uma simples refeição em uma ocasião especial.

Escolher um tipo desta bebida que não seja ofuscado pelos pratos mais calóricos e bem servidos que costumam ser consumidos no inverno pode ser a chave para tornar um momento inesquecível.